domingo, 21 de novembro de 2010

sábado, 13 de novembro de 2010

Pedindo pantera ... pro mundo!

Não registrei mais nada por preguiça, por felicidade, e por fim por não querer mais recordar momentos de não-felicidade.

Hoje deu vontade de escrever que sinto medos, medo de mil coisas que resumidas significariam medo de não ser feliz, principalmente de não ser feliz com o que eu acredito proporcionar felicidade.

Vivo uma fase de finalização, conclusão de algo que pra mim já foi a maior motivação da minha vida, e hoje, apesar de poder dizer que tudo valeu a pena, eu sinto pena de mim por ter passado por tudo que passei nestes últimos 6 anos pra hoje exibir um diploma. Falo exibir porque é isso que ele me inspira, já que as qualidades que eu esperava dele ainda não chegaram a mim. Foram seis anos, e eu não tenho a vida que imaginei que teria, não tenho o dinheiro, nem o emprego, menos ainda a animação que esperava ter. Meu único desejo é que esta falta de motivação seja passageira, que em algum momento eu seja compensada por ser uma idiota e ainda acreditar nas pessoas, por acreditar que ser honesto e ético vale a pena.

Tenho uma lista de pequenas felicidades a cumprir neste momento de descanso mental, na próxima semana após a apresentação do meu tcc eu ponho em prática.

Enquanto isso fico com meu medo, minhas agonias e meu distanciamento da maioria das pessoas que me cercam, principalmente por não me identificar com a maioria delas, ou notar que não importa o quanto eu esteja próxima, todos estão distantes.



Lista:

Cozinhar coisas divertidas

Assistir a todas as temporadas de Grey’s Anatomy

Voltar a fazer vestidos

Porres, muitos porres

Ser malvada com as pessoas